É melhor.
É melhor a gente se distanciar um pouco.
Colocar as coisas e, principalmente, a cabeça no lugar.
Essa proximidade não está me fazendo bem.
Já cheguei a pensar que fazia, mas pensei errado.
Por isso hoje eu acho que é melhor a gente ficar longe.

Eu não tenho exatamente uma coisa contra a você, mas é que do jeito que está também não consigo enxergar nada que seja exatamente a favor. E, pelo menos longe, a gente pode se machucar menos.

É que você sempre diz que não faz por mal e eu sempre digo o quanto me dói. A gente se enrosca em impasses. É uma teoria tentando convencer a outra. Uma batalha que não justifica tanto esforço.

Eu não sei a melhor maneira pra gente funcionar, mas eu sei que a melhor solução agora é a gente se afastar.

Nossa história está confusa demais. Não está muito claro quais os limites que temos que respeitar e quais podemos ultrapassar. Eu não consigo eleger quem é responsável por isso entre nós, eu só consigo dizer que não aguento mais.

Eu não aguento mais.
Eu não aguento mais toda a ansiedade que a nossa história tem me causado. Estou com problemas. Durmo e acordo esperando uma mensagem sua e, quando não pior, uma resposta sua de algo que falei dias atrás. Eu estou mal.

Quando estamos juntos somos pessoas completamente diferentes de quando estamos separados. Essa instabilidade tem tirado o meu ar e a minha autoestima está prejudicada. Eu não me cuido mais.

E talvez eu esteja fazendo algum mal para você também. Talvez a minha persistência em entender melhor o que a gente têm esteja te sufocando também. Acho que é oficial que, entre nós, não existe uma má intenção, mas eu queria esclarecer também que este fato não isenta os problemas que podemos causar uma na vida do outro.

É melhor a gente ficar longe.
Melhor a gente administrar nossas vida sem a presença de outra.
Eu não sei dizer por quanto tempo, eu não sei prever nada das coisas. A única coisa que sei é que a gente perto assim não está fazendo bem pra mim. As nossas interrogações tem pesado demais.

É meio que isso, sabe?
Não há porque teorizar muito. Eu só acho que é melhor a gente ficar longe.
Não estou conseguindo ser quem eu gosto e, quando tento, você não consegue gostar – por motivos seus.
Então eu prefiro frear do que acelerar demais e a gente bater.

Vai ficar tudo bem.
Mas fica tudo bem mais rápido se, agora, a gente ficar longe.

por Márcio Rodrigues
umtravesseiroparadois@gmail.com