Não precisamos mudar o status se você mudar a minha vida

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=yh-Yz5cAcOw&w=560&h=315]

A gente nem precisa ter algo sério agora.
Podemos ir ficando assim do jeito que estamos, até por quê é tão recente, é normal a gente confundir empolgação com intenção.

Uma coisa é a gente gostar de ver alguém, outra coisa é a gente querer.

Sabe, por enquanto, nem me importo em levarmos de um jeito mais discreto, desde que seja um jeito nosso. Não preciso mesmo dar satisfação pro mundo sobre o que estou vivendo.

É claro que eu acho bonito as pessoas compartilhando aquelas demonstrações de carinho, seja em foto ou forma de música, mas acho que antes de eu querer compartilhar a nossa vida eu preciso saber se queremos compartilhar da vida um do outro.

Já me antecipo ao dizer que estou bem empolgado com essa novidade que é ter a sua presença nos meus dias. Me dá aquele friozinho na barriga quando o celular vibra com nova notificação no Whatsapp de mensagem sua. Eu acho tão gostoso viver essas frações de momentos.

No meu chat você já aparece em destaque. Já está lá em cima entre as pessoas com quem mais converso e já vejo todos os seus posts com muita frequência. Imagino que o mesmo esteja acontecendo com você sobre mim.

E assim a gente vai vendo até onde isso vai dar, cada dia conhecendo um pouquinho mais um do outro. Mas preciso te confessar que tenho uma preocupação legítima: não fica na minha vida se não for pra me fazer alguém melhor.

É claro que eu sei que não tem como adivinhar isso, mas eu quero dizer é que eu não me incomodo em a gente seguir desse jeito mais discreto, sem muitos compromissos e obrigações, desde que você faça o mínimo para se tornar alguém pra eu gostar de lembrar de você. Eu sei muito bem que isso tudo pode acabar mesmo antes de começar – como estamos tentando – mas mesmo assim, se for pra eu ser só mais uma aventura na sua vida, se for pra eu ser só alguém pra ocupar as suas ociosas noites de sexta, me deixa livre pra encontrar quem me queira como companhia todos os dias.

Também não quero te sufocar ou assustar, nem nada do tipo, eu só quero me assegurar de que o que estamos vivendo está sendo bom pra mim como está sendo pra você, eu só quero me assegurar de que você está comigo de verdade e não só porque eu quero que esteja, eu só quero me assegurar que todas as coisas que tem me dito sobre a gente são coisas pra mim e não coisas que poderia dizer pra qualquer outra pessoa.

Passo por cima da pressão de todos, passo por cima da saia justa da pergunta “e vocês casal?”, passo por cima de qualquer incômodo que possamos nos ver encaixados, desde que você seja pra mim alguém pra eu gostar de pensar durante o dia, desde que seja pra mim alguém com vontade de fazer bem pra outro alguém.

E por favor, entenda, não há o menor problema caso não queira seguir dessa maneira, não há o menor problema se essas minhas histórias estejam te cansando, pois se isso for verdade você tem total liberdade pra seguir com a sua vida e desocupar o espaço da minha.

É um desejo meu querer ir devagar dessa vez.
Em muitas outras meti o pé pelas mãos com pressa em rotular porque na minha cabeça a partir do momento em que assumíamos, a partir do momento em que postássemos nossa primeira foto juntos, a partir do momento em que fôssemos vistos de mãos dadas em algum lugar público, a partir desses momentos, na minha cabeça, eu poderia me sentir com segurança pra dizer que tenho alguém ao meu lado. Tolice minha. Até tive, mas foram embora muito antes do esperado. Fiquei acompanhado de um monte de dúvidas sobre como pode alguém esperar as coisas ficarem sérias, sei lá, oficiais de fato, e depois simplesmente sair da sua vida como se nunca tivesse entrado. Nesse momento, eu aprendi a não levar a sério algumas coisas.

Então, repito, por mim tudo bem a gente ir com mais calma pra não nos atropelarmos, tudo bem a gente ir construindo essa história um pouco de cada vez, um dia de cada vez, um beijo de cada vez, tudo bem a gente não mudar o status, desde que você mude a minha vida pelo tempo que permanecer nela.

tumblr_ljb3u7o5xU1qe4xmjo1_500_large_large

Márcio Rodrigues. – http://www.bit.ly/TUKoPd
Compre o livro “Um Travesseiro Para Dois”:  http://bit.ly/1wRjIvt
foto: tumblr.
instagram: @marciorodriguees
contato: mrs.contato@gmail.com
+ textos exclusivos na página do blog no Facebook:http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois 

12 Comments

  1. Perfeitamente perfeito!

  2. É exatamente como estou me sentindo agora! Parabéns mesmo

  3. Simplismente Maravilhoso!, to apaixonada pelos seus textos! Parabéns 😉

  4. De todos os textos q li, certamente elejo esse como o mais sensível e inteligente, uma reflexão de alguém que certamente soube fotografar esses momentos tão fugazes dos novos começos

  5. Mariana Ladislau

    26 de maio de 2015 at 0:59

    Amei! To pensando tao assim ultimamente! Me emocionei!

    • Márcio Rodrigues

      20 de agosto de 2018 at 22:56

      fico feliz com isso <3

      (desculpa a GIGANTE demora em responder, são muitos comentários e só cheguei hoje no seu (sério!) mas espero que ainda esteja acompanhando!)

      um beijo.

  6. Descreve exatamente o que eu quero, o que eu preciso. Não quero ficar exibindo pro mundo algo falso, prefiro ser feliz em “off”, prefiro muito mais um sorriso sincero e um beijo roubado, algo que uma lente fotográfica não consegue capturar, porque a espontaneidade nesses gestos não tem como serem capturados.
    Gosto do simples, gosto daquilo que me surpreende, cansei de ir com sede demais ao pote e me decepcionar. Parabéns Márcio, por traduzir exatamente o que eu acredito, e quero… Só quem já teve relacionamentos longos e desgastantes sabe a tristeza de parecer ser o que não é. Viver uma falsa felicidade, aonde parecemos ter que viver numa vitrine, tudo tão artificial e monótono.
    🙂

    • Márcio Rodrigues

      13 de julho de 2015 at 20:41

      Oi Suelen,
      Muito profunda a sua análise e muito contundente.
      Essa troca de energia é algo que me faz muito bem e eu concordo com teu ponto de vista.

      obrigado pelo carinho.
      bjs

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*