Nós nem precisamos ficar juntos

Está tudo tão recente.
Minha cabeça ainda dá uns nós sobre como as coisas devem ser.
Mas será que existe um jeito certo para isso?
Nós nem precisamos ficar juntos.
Sei lá, pelo menos não agora.

É que se for para a gente ter algo sério agora e mudar o algo divertido que temos tido, eu prefiro que tudo continue do jeito que está.

Falando assim, até eu mesmo me estranho.
Vou te falar, eu sou ansioso por mim e por você. Acredite.
Houve bocas nas quais beijei que após o primeiro beijo já havia mentalmente planejado a viagem de fim de ano. Teve outras que me ceguei no pensamento de preferir pecar pelo excesso do que pela falta, apesar de ser algo que eu ainda concordo.

É aquilo né: existem belas teorias que ficam horríveis quando praticadas em nossas vidas.

Está tudo bem assim, não precisamos ter pressa.
Estou empolgado em saber que tenho feito bem a você. Não me preocupo se o que temos vivido vai se chamar amor um dia, até porque eu nem sei se esse ‘um dia’ vai existir na minha vida – nem na sua. Eu me preocupo em saber se você vai gostar do próximo post de cachorro fofo que eu te marcar.

Eu só não quero colar datas em nossos corações.
Não quero te dar pouca atenção hoje só porque teremos “tempo pela vida inteira”, como muita gente gosta de dizer. A minha vida inteira é agora. Vai saber, amanhã, em uma volta qualquer desse mundo, você esbarra em outra pessoa para te acompanhar na jornada que é a vida? E o mesmo pode acontecer comigo: amanhã posso me ver achando graça em outros sorrisos que não mais os seus. São coisas que podem acontecer. E a única saída é estimular o que pensar: quanto mais momentos bons vivemos, mais poderemos continuar vivendo, seja por trinta minutos ou trinta anos.

Nós nem precisamos ficar juntos como o mundo parece obrigar.
Esse negócio de precisar é um atalho para uma obrigação. E eu não quero ter a obrigação de te avisar para onde vou e com quem; não quero ter a obrigação de falar quem são as pessoas das fotos que eu curto. Eu quero te contar por achar que devo. Quero fazer coisas por sentir que preciso.

Eu também nem sei se o que sinto é verdade ou só força da carência. Tem essas ainda.

Todo coração quente precisa de um balde água fria de vez em quando.

Nós nem precisamos ficar juntos.
Pelo menos não juntos como parece ser o único jeito que as pessoas entendem.
Eu entendo que tudo isso parece um pensamento moderno demais para quem se define como coração demais como eu, porém, e juro, a favor de mim só tenho o sentimento bom de estar fazendo a minha parte em te fazer bem. E isso para mim é o bastante. Eu tenho feito para você o que eu gostaria que fizessem por mim.

Nós nem precisamos ficar juntos.
Nós precisamos ficar bem.
E ficando bem um com o outro e um sem o outro, nós seremos melhores juntos; um dia ou outro.

Está tudo tão recente.

17 Comments

  1. A forma como você traduz momentos em palavras é magnifico. Parabéns Márcio!!

  2. Eu me sinto assim. Faz 3 meses que nos separamos, mais eu ainda sinto que temos que ficar juntos. Não sei se isso irá acontecer um dia. Tentei esquecê-lo de todas as formas. E não consigo. Não sei se isso é recíproco. Mais eu vivo hoje, de uma forma sem graça, e com a esperança de que um dia a gente vai voltar.

    • Márcio Rodrigues

      3 de outubro de 2015 at 16:50

      Você não precisa tentar esquecer, mas encontra um lugar para guardar.
      Os dias passam.

      grande beijo

  3. “Nós nem precisamos ficar juntos.
    Nós precisamos ficar bem…”
    Lindo lindo lindo ♥

  4. Não importa quão bela seja as teorias, afinal, são só teorias. Não existe prática mais gostosa do que assumir o amor que se têm, o amor que se dá e o amor que se sente (ausente ou presente), amor é amor de qualquer forma.
    Márcio, você é show!

  5. Não vou dizer nada … Ah vou sim ! Vc tem sempre as palavras certas❤

  6. Querido, passei a acompanhar seu blog há pouco tempo, e hoje você traduziu meus sentimentos atuais. Às vezes nos preocupamos demais como será o futuro, e deixamos passar as coisas boas que estão acontecendo no presente, e de curti-las. “Quanto mais momentos bons vivemos, mais poderemos continuar vivendo, seja por trinta minutos ou trinta anos.”

    Um beijo e muitos bons momentos para nós!

  7. Lindo demais

  8. Eu amei, simplesmente lindo, de uma forma romântica, carinho e livre…
    É assim que deve ser sempre, e as pessoas não entendem. Que no mundo haja mais pensadores como você. Parabéns e muito obrigado, é uma honra ler algo tão belo que nos encha os olhos de lágrimas e nos faça sorrir de um jeito único e completamente apaixonado…

  9. “Esse negócio de precisar é um atalho para uma obrigação. E eu não quero ter a obrigação de te avisar para onde vou e com quem; não quero ter a obrigação de falar quem são as pessoas das fotos que eu curto. Eu quero te contar por achar que devo. Quero fazer coisas por sentir que preciso.”

    Traduziu o que eu penso, não quero contar por obrigação, mais quero dizer porque quero que vc faça parte do meu dia-a-dia, das coisas que curto e amo. Relacionamentos devem ser assim, livres e espontâneos….

    Cada dia mais amo os seus textos, obrigado por escrever assim!

  10. Obrigada por dividir esse texto comigo e acalmar meu coração! *-*

    Parabéns Márcio pela sensibilidade sem tamanho! 🙂

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*