Sabe, eu pensei em abrir mão.
Abri tanto meu coração que pensei em abrir mão de você.
Sei lá, pensei  te deixar ir embora para que eu pudesse voltar pra mim.
É que eu não me reconhecia mais. Estava complicado.

Eu já tinha te dado todos os recados que meu coração deu.
Você expôs que seu momento era outro. Seu jeito de funcionar era outro.
E tudo bem. Eu aceitei.
Era melhor ter você pela metade do que nem ter você comigo.

Mas o que você não sabe é que eu me esbarrava com você em todos os meus refrões preferidos.
Eu mudei de casa, mudei de trabalho e lá seguia você participando da minha vida mais do que sabia.
E lá seguíamos nós com aquele combinado jeito de ser: uma soma de às vezes.
Às vezes a gente se vê, outras não.

Eu pensei muitas vezes na loucura que era aceitar conviver com tudo isso.
Havia um conflito na minha cabeça para entender qual era o meu papel na sua vida.
Não estava claro o quanto eu te fazia bem, porque você me falava mas não me convencia.
E a gente precisa convencer corações sobre as coisas que a gente sente. Você tentava, mas não conseguia.

Por muito tempo questionei meu jeito.
Culpei meus defeitos que eu mal sei lidar. Vai ver era meu destino ter um papel de tanto faz na sua vida – como cheguei a pensar. Vai ver eu merecia mesmo gostar tanto de alguém a tanto tempo para ser só mais um alguém para esse alguém por algum tempo.

Eu pensei em muita coisa mas alguma coisa me dizia para não pensar em deixar de ser quem eu sou.
Porque ser bom para você sempre foi o que me animou. Te ver feliz com as minhas pequenas surpresas.
Sempre me realizei por realizar um sorriso seu. E eu contava para os meus amigos como tudo isso me fazia bem ao mesmo tempo que me fazia péssimo. Sério, você não sabe como foi pra mim.

Que bom que mais do que não ter desistido de você, eu não desisti de mim.
Há algum tempo eu entendi quem sou e todas as coisas boas que eu gosto de fazer para as pessoas.
E no nosso começo eu duvidei se isso era bom mesmo. Que erro seria tentar mudar.
Ainda bem que confiei em mim para seguir confiando no que sentia por você.
E por isso sempre continuei aqui te esperando – e esperando a minha hora de poder ser mais para você.
Alguma coisa me dizia que, cedo ou tarde, você perceberia que as minhas intenções eram as melhores do mundo sobre você e que eu não sou igual as outras pessoas que te conheceram antes de mim; não melhor, mas não igual. E eu sempre considerei a chance de nada disso acontecer e a gente acabar se esvaziando aos poucos.

E hoje estamos aqui.
A gente começou bagunçado e hoje você tem arrumado a minha vida colocando em prateleiras os meus momentos, com destaque para os nossos – que são aqueles que eu mais quero ter mais.
Você já faz parte dos meus dias a tanto tempo mas hoje tem um sabor novo fazer parte dos seus. Hoje é meio louco te incluir nos meus planos e ver esses planos se realizando.

Eu nem consigo pensar direito no nosso futuro porque anda me fazendo tão bem viver o nosso presente. Me vejo com sorriso sem graça quando a notificação avisa que a mensagem é sua. Vejo nossas fotos juntos e custo a acreditar que isso tudo mesmo está acontecendo, que a gente aconteceu – e que, finalmente, eu posso ser para você como eu sempre quis, sem medo de te ver indo embora preocupado com o próximo dia para te ver.

A gente já viveu algumas coisas boas até aqui, mas não estão nem perto de todas que podemos viver ainda.
Isso tudo é sobre eu me lembrar sempre de que sempre vai valer a pena não desistir de quem eu sou e do que eu sinto. Sempre vai valer a pena cultivar um sentimento bom ainda que seja sem ninguém para corresponder.  E sempre vai valer a pena eu me dedicar em te fazer bem de um jeito que continue me deixando morar no seu coração – e de um jeito que me empolgue em continuar sendo quem eu sou, justamente aquele que hesitei em deixar de ser mas que hoje tenho certeza de que sempre serei.

 

Achei que a gente ia terminar antes de começar. Achei que você ia me esquecer antes de lembrar de mim.
Achei tanta coisa, mas a melhor dessas coisas foi me encontrar em você, no abraço que a gente dá quando acorda ou na mensagem para avisar que chegou bem em casa.

Eu só não desisti de você porque insisti em mim e no que sinto.

por Márcio Rodrigues.
@marciorodriguees
umtravesseiroparadois@gmail.com