Vamos pra onde você quiser.  Me chama que vamos. Te chamo e vamos se puder.
Vamos sim! Se tem uma coisa que vamos essa coisa é vamos. E pra qualquer lugar.

Vamos. Me chama que eu vou sim. Onde e que horas te encontro?
E não me importa o lugar, me importa se a gente vai ir juntos.

Vamos sim.
Vamos e vamos mais de uma vez se a gente quiser. Vamos porque pode ser legal e mesmo que for uma bosta, vamos estar juntos – o que sempre é maravilhoso. Vamos porque eu parei com aquela história de falar não e de colocar problemas na frente das soluções. E vamos porque eu senti que você não é desse tipo também.

Vamos porque tem muita coisa na vida que a gente poder perder se a gente não for. Vamos porque é pra frente que se anda sempre. Vamos sim. Se chover a gente pega uma capa de chuva. Se fizer sol a gente passa protetor solar. Se esfriar e a gente não estiver de blusa a gente se abraça. Vamos porque a gente dá um jeito de melhorar se não estiver muito bom.

Vamos porque nas possibilidades ruins da gente ir eu nem me apego tanto assim. Já faz um tempo que parei de ver a parte ruim das coisas.

Vamos porque a gente vai se acompanhar. A gente vai estar perto para fazer qualquer coisa. Vamos sim. Me chama, vou te chamar que também. Que bom que você aceita quando te chamo. Que delícia é quando a gente vive com gente mais do sim do que não. Pode me chamar sempre, não importa pra onde, eu vou dar um jeito de ir e só não vou se realmente eu não puder. Vamos porque eu amo ir com você em lugares que você sugere.

Vamos porque faz bem pra caramba participar da felicidade de alguém.

Vamos sim. Vamos nos ver mais vezes sim.
Vamos fazer algo amanhã sim. Vamos discutir o fim de semana sim. Vamos naquele lugar sim. E se for naquele outro? E se formos nos dois? Vamos.

Vamos fazer nada?
Vamos também. Que série para assistir? Nenhuma?
Vamos ficar deitado no chão da sala esperando a noite cair?
Vamos deixar uma playlist tocando até repetir?
Vamos dormir por aqui só pra ver as primeiras horas do dia? Vamos?
E se a gente sair para um café as 3 da manhã? Vamos?

Vamos! E vamos muito.

Vamos sim. Pode ser hoje. Pode ser mais tarde. Pode ser amanhã também. Depois de amanhã eu tenho compromisso, mas a gente pode se ver depois. A gente se encaixa na programação um do outro.

Eu deixei tanto de ir que hoje eu quero ir sempre e pra sempre eu vou gostar se eu for sempre com você.

_______
Clique aqui e ouça a playlist do blog no Spotify.

por Márcio Rodrigues.
@marciorodriguees
umtravesseiroparadois@gmail.com